– Em sintonia com os limites da cidade –

Rede de Comunicação Periférica em fase de implementação

Fazer com que as periferias urbanas sejam também vozes ativas na sociedade, reverberando o seu ponto de vista. Este é, desde o começo, o principal objetivo do Conexão Periférica – este projeto que você confere aqui no blog. A partir do programa de rádio, exibido pela UFMG Educativa, estamos em via de expandir a nossa atuação, convocando os diversos “atores periféricos” para a colaboração horizontal.

Um desses projetos é a Rede de Comunicação Periférica. A equipe percebeu uma necessidade de inserir os atores sociais no processo de produção do programa. Percebemos que a grande mídia costuma “invisibilizar” as periferias, conferindo-lhes uma interpretação pré-formatada – que beira ao preconceito em alguns casos. O principal do nosso projeto

Com um ano de projeto, o Conexão tem ido além do rádio. Há o blog, com notícias e programas já exibidos; Twitter e Facebook; e participação em ciclos formativos, como seminários e eventos – o Seminário do Juventudes Urbanas, no ano passado, é um bom exemplo. A Rede vai:

– Promover o intercâmbio de movimentos sociais entre as periferias de Belo Horizonte por meio de eventos gravados

Encontro entre jovens do Gera Ação e Equipe do Conexão Periférica

em uma agenda aberta;

– Utilizar a Comunicação como expressão política para a promoção do autoconhecimento e da autoconsciência dos moradores das periferias (não se trata de um processo unidirecional, mas colaborativo e horizontal);

– Permitir a circulação de dados sobre as periferias – números de ocupações urbanas, quantidade de grupos artísticos por região etc.;

– Permitir à sociedade uma alternativa de interpretação das periferias urbanas.
E aí entra outro projeto, também voltado para as comunidades periféricas. O “Vila Wiki” (que se encontra em fase de concepção e formatação) vem com o objetivo é divulgar as necessidades de moradores de vilas e favelas das nove regiões (as chamadas Regionais) de Belo Horizonte. Tem-se a ideia de capacitar dois jovens por regional para que estes tenham um aprendizado colaborativo e horizontal de dispositivos móveis: vídeo, foto e áudio – sendo que tudo isso pode ser captado e capturado por meio de uma simples câmera de telefone celular.

Com a reunião de ambos os projetos, a Rede vai pescar mais peixes. Será implementada uma plataforma colaborativa de notícias e dados sobre as periferias urbanas de Belo Horizonte, de constante atualização e fácil acesso. Nos dois existe uma preocupação de se utilizar o digital, a interface, como artifício de amplificação para as vozes periféricas.

Escute um pouco e “veja” o que é o Conexão Periférica.

 

http://www.4shared.com/embed/341652243/85047dad

Anúncios

Uma resposta

  1. Olá, pessoal.Entendo que ações como estas do Conexão Periférica são de extrema importância para a formação das nossas periférias. Uma vez que, o Estado se faz ausente, o cidadão busca a iniciativa em projetos como esse.

    Abraços,

    Weverton Henrique

    23/02/2011 às 10:51

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s