– Em sintonia com os limites da cidade –

Arquivo para outubro, 2010

Filmes que você tem que ver

Em outubro, o Conexão Periférica inaugura mais uma seção, que vai sugerir a você diversos filmes e documentários que vão ajudar a gente na discussão cotidiana sobre mídia, violência, orientação sexual, meio ambiente etc.

Aqui no blog ficarão disponíveis curtas, médias e longas metragens sobre os diversos assuntos relacionados com o Conexão Periférica. Vamos postar aqui uma dica de filme para você ver no conforto do seu sofá ou naquela polêmica roda de conversa.

Não interessa onde, mas interessa como: você tem que assistir e discutir com a galera, repassando o material. Não vale bancar o egoísta!

Veja os filmes postados aqui, neste link. Ou clique em “Cine Periférico”, aí em cima nas páginas do blog.


Um ano nos limites da cidade

Hoje, exatamente, completamos um ano no ar e na rede. Em 14 de outubro de 2009, dávamos início à exibição do Conexão Periférica – processo que, confesso a vocês, começou mesmo em fevereiro desse ano, na Rádio UFMG Educativa.

Depois de tanto fazer reportagens sob o cunho social, observando a sociedade e tentando “cobri-la” com um olhar diferente do que existia na mídia, eu particularmente fiquei preocupado com a continuidade do trabalho. Estimulado pelo Pacífico, o chefe da produção da rádio, comecei a pensar em como poderia dar continuidade. E um quadro na parte da tarde foi o que me veio na cabeça.

Por que à tarde? Segundo análise da grade da UFMG Educativa, era à tarde que se concentrava o público jovem, o “público alvo” (detesto esse termo…) do que seria esse bendito quadro. Elias Santos, coordenador da rádio, comprou a ideia. E, depois de muito conversar, chamei uma galera para me ajudar nessa tarefa. E assim o grupo foi formado – eu, Fábio Freitas, Fernanda Godinho, Luana Costa, Luciana Carvalho e Vinícius Luiz. Todos nós, jornalistas. Todos nós, preocupados com algum ramo da sociedade que não dava certo, que era mal visto (estereotipadamente) ou que era mal compreendido. Ou que, simplesmente, não era visto.

 

Equipe do Conexão Periférica (da esquerda para a direita): Bruno Vieira, Luciana Carvalho, Luana Costa, Fábio Freitas, Vinícius Luiz e Fernanda Godinho

 

Nos reunimos de agosto a outubro, conversando sobre o formato, a linha editorial, o tipo de locução, todos esses detalhes técnicos pertinentes a quaisquer processos jornalísticos.

Como todo trabalho novo, tivemos um pouco de dificuldade no começo – alinhamento editorial, produção, obtenção de músicas etc. Mas não foi nada grave. Foi até algo que nos ajudou a fortalecer o que queríamos – desestimular os estigmas vigentes na sociedade, seja ela central, marginal ou periférica.

“O processo é lento”, diria o poeta. E lento nós fomos caminhando. Juntando forças e parceiros. Um deles, o Gera Ação, coletivo de jovens do Aglomerado da Serra que hoje nos acompanha nessa produção – e eu digo: que galera impressionantemente engajada!

Mas, assim como eles são fortemente engajados, eu gostaria de pedir o presente de aniversário do programa. Junte-se a nós nessa produção.  O Conexão Periférica não é um programa que possui um “dono”. É um programa que se constrói pela ação coletiva: de coletivos e de pessoas que estejam a fim de promover algum tipo de mudança ou divulgação da sua localidade, seja pelas ações individuais, seja via movimentos sociais. Diga-se de passagem, o pessoal do RapMineiro.com se manifestou e hoje é uma força a somar. O pessoal do FestBanda, em Neves, também. O Juventudes Urbanas, idem. E assim adiante.

A nossa pretensão é ajudar todos esses grupos a terem o seu espaço para divulgar as suas atividades, as suas especificidades, dar seus direcionamentos quanto às matérias e as suas canções. Estamos em rede, prontos e em constante construção. E quem ajuda nessa construção são sempre os grupos envolvidos. Nós nos encontramos em Belo Horizonte, mas toda a Região Metropolitana pode participar dessa construção – de Neves a Ibirité, de Confins a Nova Lima, o espaço está aberto.

Nesse aniversário, o Conexão só tem esse pedido, que nada mais é que um agradecimento pela constante colaboração de vocês, ouvintes-participantes-produtores-etc.

Em sintonia com os limites da cidade. há um ano. E por um bom tempo ainda iremos nos conectar.

Bruno Vieira
Coordenador, Produtor, Locutor, Repórter e Severino Quebra-Galho do Conexão Periférica.


Prêmio Cultura Hip Hop – saiu a lista

Foi publicado no dia 05/10/2010, no Diário Oficial da União, a lista das iniciativas habilitadas a concorrer ao Prêmio Cultura Hip Hop – Edição Preto Ghóez. Foram enviadas 1084 propostas, destas 866 estão aptas a concorrer ao Prêmio, sendo 243 de grupos informais, 70 de instituições e 533 de pessoas físicas.

O mérito artístico e cultural dessas propostas será avaliado pela Comissão de Seleção do Prêmio, que escolherá as iniciativas que defendam o fortalecimento das expressões culturais do Movimento Hip Hop.

O Prêmio é uma promoção das Secretarias da Identidade e da Diversidade e de Cidadania Cultural do Ministério da Cultura em parceria com Instituto Empreender e a Ação Educativa. Serão premiados 134 trabalhos com valor de R$ 13 mil para cada uma.

(mais…)