– Em sintonia com os limites da cidade –

Campanha “1 Milhão Sem Preconceito”

Faça parte da campanha #1MilhãoSemPreconceito, para mostrar que juntos, somos mais fortes que o preconceito.

Uma das maiores lutas do Grupo Vhiver é contra o preconceito e a discriminação às pessoas com HIV/AIDS. Isso porque os soropostivos sofrem mais com problemas relacionados à interação social do que com a ação do vírus no organismo. Muitas vezes sofrem rejeições que os colocam em situação de vulnerabilidade. Entre os fatores responsáveis por isso, estão: a AIDS ser uma doença ainda incurável e que ameaça a vida; o medo que as pessoas tem de contrair o HIV; a associação do HIV/AIDS a comportamentos já estigmatizados na sociedade, como a homossexualidade e o uso de drogas injetáveis; crenças religiosas ou morais que associam o HIV/AIDS a comportamentos que merecem punição.

Quem vive com HIV/AIDS pode trabalhar, estudar, praticar esportes, namorar, fazer sexo com camisinha, como todo mundo. É preciso respeitar a rotina médica de tratamento, mas o mais difícil de viver com HIV/AIDS é ter que conviver com o preconceito.

Foi pensando nisso que a Filadélfia Comunicação em parceria com o Grupo Vhiver, resolveu lançar a campanha “1 milhão sem preconceito”. A idéia da campanha é reunir 1 milhão de amigos seguidores no twitter para Thiago Victor, um jovem vivendo com AIDS. Dessa forma, pretende-se sensibilizar as pessoas para a importância de se acabar com preconceitos e garantir direitos iguais a todos.

Você tem twitter? Então saiba como participar da campanha através do site: www.1milhaosempreconceito.com.br

Não tem twitter? Crie o seu e entre na campanha!

Anúncios

8 Respostas

  1. Ramon Rodrigues Lainha

    Sei que este é um momento muito difícil e é muito bom sentir que não estamos sozinhos! Sentir que somos amados. Estou orando por vc. Pode contar comigo!!! Para mim vc já é meu AMIGÃO!!! Mais que isso, meu IRMÃO.

    11/10/2010 às 20:10

  2. flavio

    ADOREI A INICIATIVA!!!CONTEM COMIGO.
    UM FORTE ABRAÇO.

    14/10/2010 às 16:36

  3. marques da silva

    Nao acredito muito em preconceito nao,penso que quem faz o preconceito sao nos mesmos Eu nao tenho Aids mas ce um dia contrair nao vai mudar muito minha vida nao porque ?a muitos pessoas que sofre de cancer,de lepra,de toberculose,insuficiencia renal e muitas outras doencas que mata milhoes de pessoas todos os anos sem contar o cigaro,e o alcoolismo.
    Todos vamos morrer um dia ninguem sabe de que maneira a Aids e so mais uma praga mortifera.
    O preconceito esta em nos mesmo vivamos nossos vidas e esquesamos dos que dao muita importancia a isto e nos e Deus e bola para frente.

    Marques/NEW YORK USA

    28/10/2010 às 21:54

    • l 7

      nao ( é nos ) é ele e outros que sofrem .
      ps.um descuido; aventureiro; é o suficiente
      para NOS vivenciar-mos literalmente a dor fisica e MORAL DA HISTÒRIA é :
      (O ELE E OS OUTROS !?)

      09/11/2010 às 20:51

  4. juscelia

    adorei sua iniciativa contra o preconseito

    30/10/2010 às 23:30

  5. THAMIRANA

    TO ADORANDO A IDEIA CONTINUE LUTANDO Q DEUS VAI TE DAR A VITORIA

    30/10/2010 às 23:41

  6. Ronaldo

    Assisti ao Happy Hour de hoje, 1º de dezembro de 2010.Parabéns por sua atuação.

    01/12/2010 às 19:38

  7. marcela

    nao devemos ter preconceito

    01/12/2011 às 13:23

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s